ERP para indústria metalúrgica: como escolher o melhor

PUBLICADO POR:

Letícia GuimarãesLetícia Guimarães

PUBLICADO EM:

13 de março de 2023

Para escolher o melhor ERP para a indústria metalúrgica, o principal critério a ser levado em consideração é a especialidade do sistema de gestão em relação ao segmento industrial, mas também ao seu nicho específico. 

Um dos principais erros na hora de definir o sistema de gestão é contratá-lo sem ter conhecimento sobre os processos específicos da empresa. Por isso, é essencial saber todos os detalhes da regra de negócio e entender a fundo cada etapa da rotina empresarial. 

Essa regra se aplica a qualquer negócio que esteja à procura de um ERP, mas na indústria isso é ainda mais importante. 

Afinal, uma indústria não está apenas comercializando produtos. Ela opera desde o início da cadeia de fabricação, recebendo ou até mesmo produzindo matéria-prima, até transformá-la em produto final e distribuí-la aos seus clientes.

Para uma indústria, logicamente, a parte mais fundamental a ser observada em um ERP são as suas funcionalidades voltadas ao chão de fábrica e à produção em si.

Mas contar com um sistema de gestão que engloba toda a rotina da empresa, desde o administrativo, financeiro, compras e vendas até a distribuição e armazenamento dos produtos é outra sacada que poderá trazer inúmeras vantagens para a gestão da empresa. 

Neste artigo, vamos demonstrar a importância do ERP para a indústria metalúrgica e os principais critérios que você precisa levar em consideração na contratação. Vamos lá?

Está na hora da sua empresa contratar um ERP?

É comum que micro indústrias no início de suas jornadas ainda não sejam adeptas a um sistema de gestão. 

Geralmente, essas empresas fazem a organização e gerenciamento de seus negócios através de ferramentas gratuitas como planilhas de Excel, sistemas de gestão mais simples ou até mesmo fichas de papel para acompanhar a produção.

Entretanto, conforme a empresa cresce, alguns sinais começam a aparecer para indicar que já está na hora de partir para um outro nível de gestão. 

Confira alguns indicativos de que está na hora da sua indústria contratar um ERP especialista para impulsionar a produção!

Vantagens do ERP para a produção em indústrias metalúrgicas

  • Dificuldade para coletar dados da produção;
  • Dificuldade para calcular custos da produção;
  • Dificuldade para controlar o estoque e o chão de fábrica;
  • Falta de indicadores de desempenho para embasar a tomada de decisões;
  • Desorganização de equipe que não identifica os objetivos do negócio;
  • Dificuldade em identificar gargalos;
  • Dificuldade em entender a conexão entre os setores da empresa ou áreas do chão de fábrica.

A verdade é que, mesmo que você não consiga enxergar essas dificuldades, não possuir um sistema de gestão especialista significa limitar o crescimento da empresa. Portanto, preste muita atenção nos sinais que a sua operação está emitindo.

Ou seja, mesmo que o chão de fábrica continue operando, contar com um ERP para a indústria metalúrgica é um fator essencial para fazer com que a fábrica opere em sua plena capacidade produtiva.  Além disso, você ganha outros benefícios, como maior controle gerencial.

Se o seu objetivo é aumentar a capacidade de pedidos e de produção da sua indústria, está na hora de pensar em qual o ERP se encaixa melhor às necessidades da sua empresa!

O ERP ideal para indústrias metalúrgicas

Trabalhar com materiais de base, como o aço, alumínio e ferro demanda uma alta complexidade dos processos de fabricação. Afinal, eles passam por vários processos, como fundição, usinagem, entre outros.

Além disso, existem indústrias metalúrgicas que trabalham com produtos finais ou semi acabados, como a indústria automobilística, que movimenta a maior parte das fábricas de metalurgia do Brasil.

Esse processo pode ser longo e complexo, e exige conhecimentos específicos para que o sistema de gestão opere em sintonia com a produção.

É preciso ter um alto poder gerencial de materiais, controle de produção, gestão de estoques, indicadores de negócio e controles financeiros, por exemplo. Tudo isso sendo atualizado em tempo real para que a fábrica possa acompanhar o que está sendo feito e quais os resultados alcançados.

Veja algumas soluções que não podem faltar em um ERP para indústrias metalúrgicas:

Além disso, outras funcionalidades indispensáveis neste segmento são:

Tipos de sistemas de produção do ERP para indústria metalúrgica

Um exemplo prático das mais diversas peculiaridades que uma indústria metalúrgica pode ter e o seu sistema de gestão precisa acompanhar são os diferentes tipos de sistemas produtivos.

As fábricas podem trabalhar com a produção em série (para estoque),produção sob encomenda e produção sob projetos, por exemplo. Confira suas características:

Make-to-Stock ou Produção para estoque/seriada (MTS)

Produtos feitos com padronização total, sem possibilidades de personalização. Desse modo, o sistema é principalmente aplicado em produções em massa em que a quantidade de produtos fabricados é previsível, já que o objetivo é alimentar o estoque. 

Entenda o fluxo: 

Fluxo

Make-to-Order ou Produção sob encomenda (MTO)

Foca na produção por pedido solicitado. Dessa forma, o volume de produção pode ser mais baixo, mas também permite uma grande variação de componentes e peças.

Entenda o fluxo:

Engineering-to-Order ou Produção sob projetos (ETO)

Trabalha a partir de uma demanda de projeto de itens ou equipamentos totalmente customizados.

Entenda o fluxo: 

fluxo três

Tecnologia e ERP para indústria metalúrgica

Dentro da indústria existem diversas ramificações de segmentos. Mas, sem dúvidas, o setor da metalurgia é um dos principais que temos no Brasil e no mundo.

A indústria metalúrgica é uma das maiores indústrias de base e também é responsável por uma grande parte da economia do Brasil. Como você já viu, isso acontece porque esse segmento abastece outros grandes mercados fornecendo matéria-prima.

Toda essa relevância também exige padrões empresariais ainda mais elevados. Para esse setor, tecnologia já não é mais um diferencial, mas uma exigência para indústrias que tem como objetivo manter a competitividade de mercado.

Os softwares de gestão, novamente, aparecem como grandes parceiros para solucionar essa questão e oferecer oportunidades reais de otimização de processos e implementação de tecnologias modernas.

São eles que, além de auxiliar diretamente em todo o processo ativo de fabricação, oferecem uma tomada de decisão inteligente e totalmente embasada em dados concretos extraídos da rotina da empresa. 

Além disso, um ERP especialista em indústrias metalúrgicas também é capaz de identificar oportunidades de automação industrial.

A automação industrial funciona por meio de uma série de tecnologias que, com a ajuda de softwares, robótica e dispositivos de controle no geral, possibilitam a automatização de processos e equipamentos sem exigir intervenção humana para operar.

Essa tecnologia revoluciona o chão de fábrica e interfere diretamente na produtividade da indústria e de seus colaboradores.

Viasoft Korp ERP para indústria metalúrgica

A Viasoft Korp é uma empresa de tecnologia que está há mais de 20 anos no mercado desenvolvendo soluções de gestão para o segmento industrial.

O principal diferencial do ERP da Viasoft Korp foi ter nascido e evoluído dentro de um chão de fábrica, o que resultou em uma expertise muito mais avançada do que sistemas de gestão genéricos podem oferecer.

A Viasoft Korp entende a raiz dos processos industriais e desenvolve seus sistemas com base nas necessidades reais que as fábricas têm para manter um alto padrão de qualidade, gerenciamento e nível de produtividade.

Atualmente, estamos presentes com o ERP para indústria metalúrgica oferecendo um sistema de gestão completo, que integra todos os setores da empresa em um único software. Dentre as soluções oferecidas, contamos com MRP, WMS, APS, Business Intelligence e diversas outras funcionalidades especializadas no desenvolvimento de indústrias. 

Clique aqui e fale com um especialista e solicite um orçamento gratuitamente!

Cadastre-se em nossa newsletter

Please wait...

Obrigado por se inscrever!

COMPARTILHE

Publicado por:
Letícia Guimarães é professora, publicitária e mestre em Comunicação (UFPR).

ARTIGOS RELACIONADOS

Efeito chicote: o que é e seus impactos

27 de dezembro de 2023

Continuar lendo

Fundição: entenda esse processo da metalurgia

25 de dezembro de 2023

Continuar lendo