O que é packing e como funciona na indústria?

PUBLICADO POR:

Letícia GuimarãesLetícia Guimarães

PUBLICADO EM:

28 de junho de 2023

Você sabe o que é packing e qual é a sua participação na indústria? Ele é o processo de embalar o produto que chegará ao cliente, passando por uma série de detalhes como a escolha de caixa, aplicação de etiquetas, entre outros.

Por isso, trata-se de um passo importante para satisfazer os clientes e fidelizar a sua marca. Um bom packing evidencia qualidade e segurança na experiência de compra.

Agora, você deve estar se perguntando: como otimizar o packing na indústria? Para ajudar com essa questão, vamos trazer algumas dicas que podem te ajudar a evitar atrasos e reclamações nas entregas.

Continue a leitura!

O que é packing?

Packing significa o processo de embalar e etiquetar produtos que já foram separados para o envio. Dessa forma, é relevante para a logística, pois interfere diretamente na qualidade do produto, evitando avarias e reclamações.

Por consequência, é uma etapa que influencia a satisfação do cliente, pois pode marcar a experiência de compra de forma positiva ou negativa. Veja as características de um bom packing:

  • Estético: é preciso chamar a atenção do cliente, por meio de cores, formas, imagens, textos e materiais que se adequam ao segmento de mercado.
  • Útil: a embalagem precisa proteger o produto, além de facilitar o transporte, manuseio, uso e descarte.
  • Informativo: é necessário informar dados essenciais sobre o produto, modo de uso, entre outros. Sendo assim, garanta que os textos são legíveis e os códigos padronizados.
  • Sustentável: outra preocupação é minimizar os impactos ambientais do seu produto, priorizando materiais biodegradáveis, evitando o desperdício e incentivando a reciclagem.

Portanto, investir na organização e criatividade do packing é uma boa estratégia para agregar valor ao produto e ganhar competitividade no mercado. Desse modo, contrate um bom serviço de design gráfico e conheça o produto, a marca e o público-alvo profundamente para tomar decisões eficientes.

Qual é a importância do packing na logística?

packing

 

A logística depende da efetividade do packing, uma vez que interfere na qualidade do serviço e na percepção da reputação da empresa. Sendo assim, invista em equipamentos, materiais e treinamentos para garantir segurança nas embalagens de produtos.

O packing é a etapa final do ciclo de venda. Por isso, precisa ser executado em tempo hábil e com segurança, para preservar a integridade do item na entrega.

De acordo com estudo realizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV),estima-se que o mercado de embalagens alcançou 123,2 bilhões de reais em 2022.

Além disso, um relatório divulgado pela Mordon Intelligence indica que até 2026 a área terá crescimento anual de 3,2%.

Entre algumas tendências do setor para os próximos anos estão o uso de embalagens “globais”, com pouco uso de palavras e aumento no uso de símbolos e figuras universais. Além disso, espera-se o crescimento da produção de embalagens ecológicas e biodegradáveis, o uso de invólucros minimalistas e embalagens interativas, que monitoram o estado do produto por meio de um QR Code impresso no invólucro.

Qual é a diferença entre picking e packing?

Picking e packing são dois processos bem diferentes, mas que fazem parte de operações cruciais para o funcionamento da sua indústria. Os dois termos vêm do inglês, sendo que picking significa coletar e packing, embalar. Confira as suas principais diferenças:

Picking

O picking é o processo logístico em que se faz a separação dos produtos de um estoque para atender ao objetivo do negócio. Por exemplo, no caso de um pedido do cliente ou a separação de matéria-prima para o chão de fábrica.

Sendo assim, os trabalhadores recebem as informações do pedido, localizam os produtos e os reúnem ao local onde serão embalados e enviados. Esse processo pode acontecer de forma manual ou com a ajuda da automação, sendo crucial para a precisão da cadeia de suprimentos. Existem alguns tipos principais de picking:

  • Por lote;
  • Discreto ou por pedido;
  • De produção;
  • Por série;
  • Por carga;
  • De materiais para requisição de serviço;
  • Por onda;
  • Por zona;
  • Bucket Brigade.

Saiba mais sobre o picking no nosso blog:

Packing

A diferença entre picking e packing é que no segundo processo nós embalamos os produtos separados pelo primeiro. Então, o packing faz a embalagem de modo a proteger o produto durante o transporte.

Além disso, como já enfatizamos, pode ser uma poderosa ferramenta de marketing, transmitindo a identidade da marca e do produto. Confira outros benefícios do packing:

  • Redução de custos: ao otimizar os processos logísticos, você economiza tempo, espaço e recursos.
  • Aumento da produtividade: torna-se possível atender mais pedidos em menos tempo.
  • Redução de retrabalho: com a atenção ao packing, você reduz a chance de erros, avarias e devoluções.
  • Maior satisfação dos clientes: ao entregar produtos conforme o esperado, você aumenta a confiança e fidelização dos clientes.

Como fazer o packing de modo eficiente?

Para realizar o packing de forma eficiente, é necessário seguir algumas instruções. Em primeiro lugar, você precisa avaliar a melhor embalagem para cada produto, considerando as suas especificações. Se necessário, proteja os produtos com plástico bolha, isopor ou alguma espuma. Em seguida, faça a identificação com etiquetas contendo código de barras, número do pedido, destinatário e remetente. Por fim, feche as embalagens de forma segura.

Após o fechamento da embalagem, você precisa organizá-las de acordo com o destino ou meio de transporte, além de conferir se estão de acordo com o pedido.

Veja um passo a passo para não se perder em nenhuma etapa do packing:

  1. Avalie as especificações do produto: analise o tamanho, peso, perecibilidade, valor agregado, entre outros fatores.
  2. Defina a embalagem: verifique o que se adapta melhor ao seu orçamento, além de corresponder às necessidades do produto.
  3. Separe um espaço específico para o packing: a sua empresa precisa organizar o espaço físico e os recursos humanos destinados a esses processos.
  4. Sempre verifique a mercadoria: antes de fechar a embalagem, confira se ela contém o produto correto.
  5. Acrescente a etiqueta: coloque a etiqueta com código de barras, número do produto, dados de envio, entre outros que forem necessários.

Como otimizar o packing com o WMS?

Para melhorar os processos logísticos é fundamental contar com soluções inovadores. O WMS pode ser integrado ao Viasoft Korp ERP, garantindo o gerenciamento dos seus armazéns em tempo real.

Ao contrário do que muitos pensam, os sistemas não competem entre si. Pelo contrário, eles compartilham informações para viabilizar operações precisas no controle de vendas, expedição de pedidos e cobertura adequada nos estoques.

Além disso, você pode gerenciar múltiplos depósitos, especificar a capacidade, número de pallets e otimizar o aproveitamento dos espaços.

Se você deseja continuar aprendendo sobre o WMS, veja o nosso artigo!

Cadastre-se em nossa newsletter

Please wait...

Obrigado por se inscrever!

COMPARTILHE

Publicado por:
Letícia Guimarães é professora, publicitária e mestre em Comunicação (UFPR).

ARTIGOS RELACIONADOS

Gestão logística: guia completo

04 de dezembro de 2023

Continuar lendo

RFID: o que é essa tecnologia?

30 de novembro de 2023

Continuar lendo