Como o people analytics gera resultados nos recursos humanos?

PUBLICADO POR:

Letícia GuimarãesLetícia Guimarães

ATUALIZADO EM:

27 de Fevereiro de 2024

People analytics ou análise de pessoas é um conjunto de processos que traz mais eficiência à gestão de recursos humanos. Com a análise de dados, a equipe pode obter insights para melhorar o desempenho dos colaboradores.

Este recurso é cada vez mais utilizado por organizações que precisam otimizar a gestão de pessoas. Desse modo, sua empresa alcança resultados acima da média e se torna mais competitiva no mercado.

Saiba o que é people analytics e como você pode adotar soluções tecnológicas para aprimorar a gestão do seu negócio!

O que é people analytics?

People analytics traz a análise de dados para a gestão de pessoas. Segundo Ben Waber, diretor do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, o conceito pode ser definido como o uso de dados para compreender comportamentos no espaço de trabalho.

Sendo assim, a prática pode servir para a análise de aspectos, como:

  • Clima organizacional;
  • Liderança;
  • Atitude criativa;
  • Perfil profissional;
  • Nível de satisfação com o trabalho, entre outros.

Nos últimos anos, o mercado tem cada vez mais aplicado o big data a diferentes segmentos. Um estudo da PwC no Brasil, mostrou que 34% das empresas consultadas olham apenas para informações básicas sobre os seus colaboradores. Porém, outros 30% fazem acompanhamento de métricas e somente 9% já usam os dados para planejar e fazer previsões sobre o pessoal. Sendo assim, existe a urgência de aderir às práticas tecnológicas de mercado para elevar a sua competitividade.

A partir desse resumo, você já deve perceber a importância do people analytics no mundo corporativo. Por isso, vamos explicar como funciona a metodologia e como aplicá-la ao seu negócio.

Como funciona o people analytics?

people-analytics

Para começar a aplicar o people analytics, é necessário observar alguns dados. Eles podem vir de folhas de pagamento, redes sociais, marcações de ponto ou entrevistas com colaboradores.

Tendo as informações em mão, a equipe de recursos humanos pode encontrar respostas para problemas diários da empresa. Um exemplo é a taxa de absenteísmo, ou seja, a ausência de funcionários. O time que analisa os dados pode combinar métricas de marcação de pontos com outras informações, como a taxa de rotatividade e relatos dos profissionais, para entender como solucionar a questão.

Sendo assim, a prática consiste em refletir sobre os problemas que desmotivam os funcionários e utilizar dados para encontrar soluções. Com o cruzamento de dados, é possível extrair insights para otimizar a gestão de pessoas.

Por consequência, torna-se possível criar planos táticos para superar as fraquezas e ameaças que afetam o desempenho profissional.

Na era da transformação digital, o uso de dados é fundamental. Inclusive, para melhorar o desempenho do bem mais valioso de qualquer negócio: as pessoas. O uso de um sistema de gestão para processar dados tem o potencial de aumentar a satisfação dos funcionários que vão produzir cada vez melhor.

Portanto, ferramentas de business intelligence podem colaborar com o desenvolvimento da sua organização, com a emissão de relatórios em tempo real e agilidade na tomada de decisões.

Como implementar o people analytics no seu negócio?

O passo a passo para começar a aplicar o people analytics no seu negócios envolve algumas etapas essenciais. Confira!

  • Definição de objetivo: questione quais são os problemas a serem solucionados e as metas da equipe de Recursos Humanos.
  • Coleta de dados: delimite os dados que serão relevantes para a análise.
  • Estabelecimento de indicadores: determine o que você vai comparar e quais serão os parâmetros das análises.
  • Correlação entre dados: avalie como uma variável influencia a outra.
  • Planejamento: após a análise, construa medidas para corrigir os problemas e gerar resultados.

Além disso, é fundamental preparar a sua equipe para o trabalho com dados. Assim, elas saberão tirar o melhor deles para as suas carreiras e desenvolvimento.

Mas qual é o nível de análise que posso fazer com esses dados? De acordo com a Gartner, o analytics é composto por quatro níveis, que revelam o tipo de informação que se pode obter pela análise de dados:

  • Descritiva: obtém-se a descrição de um evento que já aconteceu.
  • Diagnóstica: pretende-se identificar a causa de um problema.
  • Preditiva: objetiva-se prever eventos futuros por meio de técnicas estatísticas.
  • Prescritiva: obtém-se perspectiva de problemas futuros, para descobrir o que é possível fazer para minimizar seus impactos.

Como o uso de ferramentas de Business Intelligence pode ajudar o RH?

A gestão de pessoas é uma parte fundamental para a organização. A consultoria Nielsen descobriu com a análise de dados que poderia evitar custos de US$ 5 milhões ao reduzir o seu turnover em 1%. A partir da constatação, a liderança buscou incentivar os profissionais a buscarem oportunidades dentro da empresa, desenvolvendo um programa de recrutamento interno. O resultado disso foi a economia de US$ 10 milhões nos primeiros oito meses do programa.

Outro exemplo é da Credit Suisse que fez a análise da rotatividade de funcionários para compreender quem poderia pedir demissão. As informações foram fornecidas anonimamente aos respectivos gerentes, para reduzirem os fatores de risco e melhorar a retenção de funcionários.

Esses são dois exemplos do uso de dados em negócios. 

O business intelligence busca separar os dados que a empresa coleta todos os dias, para gerar insights valiosos para o crescimento do negócio. Desse modo, o grande fluxo de informações se organiza para gerar soluções e decisões estratégicas.

Com o business intelligence, é possível identificar tendências e antecipar problemas. Sendo assim, sua equipe pode formular um plano de ação para melhorar a gestão de pessoas e a empresa como um todo.

Esta é uma ferramenta que traz mais competitividade aos negócios, não apenas no RH mas também em diversos outros setores, como a produção, a logística, o financeiro, entre outros.

Saiba mais sobre o business intelligence nos negócios

People analytics consiste na aplicação de atividades do business intelligence na gestão de pessoas. Por isso, continuar aprendendo sobre a análise de dados e realização de relatórios é fundamental para chegar a insights valiosos ao seu negócio. Para saber mais sobre o tema, continue lendo o blog Korp:

Cadastre-se em nossa newsletter

Please wait...

Obrigado por se inscrever!

COMPARTILHE

Publicado por:
Letícia Guimarães é professora, publicitária e mestre em Comunicação (UFPR).

ARTIGOS RELACIONADOS

Analista de PCP: o que é, o que faz e quanto ganha em 2024

28 de maio de 2024

Continuar lendo

Como melhorar as vendas B2B?

10 de setembro de 2020

Continuar lendo