Implantação de ERP: conheça o passo a passo

PUBLICADO POR:

Letícia GuimarãesLetícia Guimarães

ATUALIZADO EM:

03 de Julho de 2023

A transformação digital é tema recorrente na indústria, sendo que a implantação de ERP pode ser considerada um dos primeiros passos para digitalizar o seu negócio. Afinal, a maturidade tecnológica indica o nível de competitividade de uma empresa e o seu padrão de eficiência.

Com um sistema de gestão empresarial, seus colaboradores podem aumentar a produtividade por meio da automatização de tarefas repetitivas. Por isso, trata-se de uma solução importante para ambientes em que as demandas só crescem.

Além disso, ter acesso a soluções tecnológicas de excelência garante que a implantação de ERP não vai gerar mais preocupações aos seus gestores. É necessário entender o processo, para se preparar e tomar as melhores decisões.

Então, o artigo vai apresentar os principais passos da implantação de um ERP, tirando as suas dúvidas sobre o processo. Continue a leitura!

O que é ERP?

O ERP (Enterprise Resource Planning),ou Planejamento de Recursos Empresariais, é uma solução para a gestão estratégica e operacional de uma organização. Sendo assim, ele funciona como um sistema que realiza o controle das informações, por meio da integração, gerenciamento e automatização de processos para a tomada de decisões. Portanto, o seu diferencial é realizar tudo isso em um único ambiente.

Dessa forma, o ERP oferece visibilidade sistêmica aos detalhes da organização em tempo real. Ele oferece poder de controle das rotinas organizacionais, permitindo que os gestores tenham embasamento para decisões assertivas, em diferentes processos, como:

  • Vendas;
  • Planejamento de produção (MRP I e II);
  • Compras;
  • Engenharia;
  • Sequenciamento de produção (APS);
  • Logística;
  • Manutenção, entre outros.

Desse modo, um bom sistema de gestão oferece muitos benefícios para organizações que desejam crescer.

Quais são os benefícios de adotar um ERP?

implantacao-de-erp

O ERP une todas as informações do seu negócio em uma única plataforma, garantindo a visualização de todos os departamentos da sua organização em tempo real. Para isso, o sistema de gestão conta com vários módulos, referentes a cada setor do negócio, que compartilham a mesma base de dados. Portanto, é possível compartilhar informações entre diferentes projetos e equipes. 

Veja outros benefícios que o sistema pode proporcionar ao seu negócio:

  • Redução de erros e falhas em tarefas repetitivas;
  • Agilidade de resposta aos clientes e colaboradores;
  • Transparência no compartilhamento de informações sobre os processos da empresa;
  • Maior agilidade na execução de tarefas;
  • Assertividade na tomada de decisões com relatórios gerenciais.

Quando minha empresa precisa fazer a implantação de ERP?

Você já parou para pensar nos sinais que indicam que a sua empresa precisa fazer a implantação de um ERP? Geralmente, o ERP é uma ótima solução para pequenas, médias ou grandes empresas que têm dificuldades de acesso a informações ou problemas na gestão. Sendo, assim, recomendamos que você se faça algumas perguntas:

  • Quanto tempo você leva para receber informações confiáveis e atualizadas?
  • Você tem o controle do fluxo de caixa, monitorando as entradas e saídas em curto, médio e longo prazo?
  • Como está o nível de satisfação do cliente com as suas entregas?
  • Há gargalos pelo excesso de tarefas manuais?
  • Seus produtos ficam parados por muito tempo ou você tem dificuldade de suprir a demanda?
  • Vale a pena investir para melhorar a qualidade dos serviços e satisfação dos clientes?

Qual é o passo a passo para realizar a implantação de ERP?

implantacao-de-erp

A implantação de ERP possui alguns passos, que passam pela identificação do problema, busca de um fornecedor e, de fato, a implementação do sistema. Saiba mais sobre as etapas:

1. Identificação dos problemas

Em primeiro lugar, a empresa precisa conhecer os motivos que levam a contratação de um ERP. Estude toda a operação do negócio, para entender as questões e suas causas.

Com isso, é possível partir para a definição de objetivos, que podem ser diversificados, como:

  • Alteração ou melhoria nos processos;
  • Maior controle e organização do negócio;
  • Redução de estoques ou custos;
  • Efetividade nas entregas;
  • Aumento de produtividade, entre outros.

    2. Definição do orçamento

A implantação do ERP envolve uma série de custos. Por isso, você precisa avaliar o orçamento disponível e entender as soluções que ele pode comportar. Por exemplo, as soluções em nuvem podem baratear os custos de infraestrutura.

Além disso, evite soluções com muitas integrações de diferentes fornecedores, para reduzir os custos.

3. Mapeamento de processos

Antes de comprar ou assinar um ERP, faça um mapeamento detalhado dos seus processos. Desse modo, compreenda a estrutura da empresa e analise a maturidade de cada setor. Assim, você garante que o ERP irá atender a todas as necessidades do negócio. 

Essa etapa também vai ajudar o fornecedor a entender as soluções que entram na implantação de ERP, para o melhor desempenho nos processos.

4. Procure um ERP especialista no seu segmento

Existem muitos ERPs que afirmam ser especialistas nos mais diversos segmentos. Entretanto, cada setor possui as suas especificidades. Geralmente, essa prática indica a necessidade de terceirizar integrações, que podem aumentar muito os seus custos.

O Viasoft Korp ERP possui soluções nativas para a indústria, garantindo que você não vai perder dinheiro com customizações e integrações.

5. Assista à apresentação técnica

Na reunião de apresentação técnica, leve os principais gestores ou supervisores de TI (se tiver),para que eles analisem a infraestrutura necessária para a implantação de ERP. Além disso, como eles usarão a ferramenta no dia a dia, é importante que as funcionalidades combinem com as suas tarefas diárias.

6. Planeje e defina o fluxo

Após a decisão por um ERP, a empresa e o fornecedor devem definir o escopo e roteiro a ser implantado. Em seguida, alguns usuários chave de cada setor da empresa e os consultores vão simular as operações com o objetivo de garantir total aderência às rotinas do negócio.

7. Realize treinamentos

Em seguida, é importante realizar capacitações com a sua equipe. Assim, você pode testar o fluxo de cada processo, garantindo a efetividade e possibilitando a correção de possíveis falhas.

8. Avaliar a implantação de ERP

Por fim, você precisa avaliar se a ferramenta está cumprindo com o que foi prometido. Nesse sentido, avalie se o fornecedor possui um bom serviço de suporte desde o início da contratação. Afinal, caso haja falhas, alguns pontos precisarão ser melhorados para alcançar pleno funcionamento.

Conheça o Viasoft Korp ERP

O Viasoft Korp ERP é um sistema de gestão empresarial que tem foco na indústria. Sendo assim, garante os principais módulos e integrações necessários para a operação industrial.

Gerencie o back office, chão de fábrica e logística de um único lugar, com as automações e relatórios em tempo real do ERP!

Veja os principais módulos do Viasoft Korp ERP para impulsionar a indústria!

Cadastre-se em nossa newsletter

Please wait...

Obrigado por se inscrever!

COMPARTILHE

Publicado por:
Letícia Guimarães é professora, publicitária e mestre em Comunicação (UFPR).

ARTIGOS RELACIONADOS

EIP: tudo sobre Enterprise Intelligence Platform

03 de junho de 2024

Continuar lendo

Sistema para Indústria de Plásticos: Como escolher?

18 de abril de 2024

Continuar lendo