Cadeia produtiva: entenda as etapas e veja exemplos

PUBLICADO POR:

Letícia GuimarãesLetícia Guimarães

PUBLICADO EM:

21 de dezembro de 2023

A cadeia produtiva é um intricado sistema que conecta diferentes estágios, desde a obtenção da matéria-prima até a entrega do produto final ao consumidor. 

Desse modo, ela abrange todas as atividades relacionadas à transformação de matéria-prima em produtos finais, englobando desde a fase inicial até a distribuição ao consumidor. 

Tendo isso em mente, elaboramos este artigo para esclarecer os conceitos vinculados à cadeia produtiva, destacando sua relevância no controle da produção e explorando as etapas essenciais que a constituem. 

Portanto, vamos apresentar a complexidade da cadeia, destacando a importância de uma gestão eficaz para garantir eficiência, qualidade e sustentabilidade em cada etapa do processo produtivo. Vamos lá?

O que é uma cadeia produtiva?

A cadeia produtiva refere-se ao conjunto de atividades interligadas que transformam matéria-prima em produtos acabados. Essa cadeia envolve diversos participantes, desde fornecedores de matéria-prima até distribuidores e varejistas.

Dessa forma, ela não se limita apenas aos bens de consumo, mas também inclui os itens de produção (insumos) e de capital (ativos utilizados no processo pela instituição).

Compreender o funcionamento dessa cadeia é crucial para coordenar efetivamente suas diferentes etapas, garantindo a entrega de produtos que atendam aos padrões de qualidade exigidos. Além disso, ampliar a visão dos gestores é fundamental para identificar oportunidades de otimização no processo produtivo.

Quais são os estágios da cadeia produtiva?

A cadeia produtiva é composta por estágios distintos, cada um desempenhando um papel crucial na criação e entrega do produto. Por isso, esses estágios incluem:

  • Obtenção de matéria-prima: o ponto de partida, onde recursos naturais são coletados para iniciar o processo produtivo.
  • Produção: a transformação da matéria-prima em produtos intermediários ou finais, muitas vezes envolvendo várias etapas e processos.
  • Distribuição: o transporte dos produtos da fábrica para os centros de distribuição e, posteriormente, para os pontos de venda.
  • Varejo: a disponibilização dos produtos para os consumidores finais, seja por meio de lojas físicas ou plataformas online.
  • Pós-venda: o suporte ao cliente, manutenção e gestão de resíduos após o consumo do produto.

Quais são alguns exemplos de cadeia produtiva?

Tendo em vista que a cadeia produtiva vai variar de acordo com o produto, é interessante entender alguns exemplos de como isso acontece na prática:

Leite

A cadeia produtiva do leite compreende quatro etapas interconectadas. Inicia-se com a produção de insumos, abrangendo empresas fabricantes de matéria-prima, equipamentos, crédito, serviços e pesquisa. Desse modo, a produção leiteira propriamente dita é o segundo momento, envolvendo produtores, animais, desenvolvimento genético, qualidade e preço. A indústria representa o terceiro estágio, transformando a matéria-prima e cuidando da logística de recolhimento e distribuição. Por fim, o consumidor final adquire os produtos derivados do leite.

Automóveis

A cadeia produtiva de um carro é um verdadeiro processo que se desdobra desde a concepção do projeto até a entrega do veículo ao consumidor final. Toda essa jornada abrange diversas fases.

Inicialmente, a concepção e o design do veículo são cuidadosamente elaborados por uma equipe multidisciplinar, composta por designers, engenheiros automotivos e especialistas em segurança veicular. Na sequência, entramos na fase de desenvolvimento de protótipos, onde modelos iniciais são construídos para extensivos testes de desempenho e segurança. 

Dessa forma, a produção de componentes é uma etapa essencial, envolvendo a fabricação de diversas peças e elementos, como motores, transmissões e carrocerias, muitas vezes fornecidos por diferentes empresas especializadas. Esses componentes são posteriormente reunidos na linha de montagem, onde o veículo toma forma, passando por processos de montagem, pintura e instalação de acessórios.

A logística entra quando os veículos finalizados são armazenados e distribuídos para concessionárias por meio de empresas especializadas em logística automotiva. A comercialização acontece tanto por vendas diretas quanto por meio de concessionárias, envolvendo equipes de vendas e departamentos financeiros para facilitar opções de financiamento.

Medicamentos

A cadeia produtiva de um medicamento é uma jornada altamente especializada que começa na pesquisa farmacêutica, onde cientistas investigam e identificam moléculas com potencial terapêutico. Uma vez descobertas, essas substâncias passam por rigorosos testes pré-clínicos para avaliar sua segurança e eficácia.

Os medicamentos que demonstram promessa nos testes pré-clínicos avançam para os ensaios clínicos, onde são testados em voluntários humanos. Portanto, essa fase é composta por três etapas, cada uma avaliando diferentes aspectos do medicamento, desde sua segurança até sua eficácia em larga escala.

Após o sucesso nos ensaios clínicos, o medicamento entra na fase de registro e aprovação regulatória, onde as autoridades de saúde avaliam os dados apresentados para garantir que o medicamento seja seguro, eficaz e de qualidade.

Os medicamentos acabados são submetidos a rigorosos controles de qualidade para garantir sua pureza, potência e segurança. Após a aprovação nos testes de qualidade, os medicamentos são embalados e rotulados, prontos para distribuição.

A logística desempenha um papel crucial na cadeia produtiva, envolvendo o transporte seguro dos medicamentos até distribuidores e farmácias. As farmácias, por sua vez, fornecem os medicamentos aos pacientes, oferecendo orientação sobre uso adequado e possíveis efeitos colaterais

Quais são os desafios na gestão da cadeia produtiva?

A gestão eficaz da cadeia produtiva enfrenta diversos desafios, incluindo:

  • Coordenação de atividades: sincronizar todas as etapas da cadeia para evitar gargalos e atrasos requer uma coordenação cuidadosa entre os diferentes participantes.
  • Gestão de estoque: manter um equilíbrio entre a oferta e a demanda, evitando excessos ou faltas de estoque, é crucial para a eficiência operacional.
  • Sustentabilidade: com a crescente preocupação ambiental, as empresas devem considerar práticas sustentáveis em cada estágio da cadeia produtiva.

Qual é a diferença entre cadeia produtiva e cadeia de suprimentos?

A cadeia produtiva e a cadeia de suprimentos, embora relacionadas, apresentam distinções em seus enfoques e alcances. A cadeia produtiva se refere ao conjunto de etapas que compreende desde a concepção de um produto até sua entrega ao consumidor final. 

Essa abordagem abrange todas as atividades envolvidas na transformação de matérias-primas em produtos acabados, englobando aspectos como design, fabricação, distribuição e até mesmo a responsabilidade no descarte.

Por outro lado, a cadeia de suprimentos vai além da produção, abarcando todas as atividades associadas ao fluxo de materiais, informações e serviços, desde a aquisição das matérias-primas até a entrega do produto final ao consumidor. 

Esta perspectiva mais abrangente envolve logística, gestão de estoque, transporte, distribuição e as interações entre as diferentes partes da cadeia. O objetivo primordial da cadeia de suprimentos é garantir uma integração eficiente de todas as partes envolvidas, otimizando o fluxo de produtos e informações de maneira econômica.

Conclusão

Compreender a complexidade da cadeia produtiva é essencial para uma gestão eficaz. Sendo assim, a implementação de tecnologias avançadas, a consideração de práticas sustentáveis e a construção de resiliência são fundamentais para enfrentar os desafios contemporâneos. 

Para continuar aprendendo sobre a tecnologia na produção industrial, leia o blog Korp: 

Cadastre-se em nossa newsletter

Please wait...

Obrigado por se inscrever!

COMPARTILHE

Publicado por:
Letícia Guimarães é professora, publicitária e mestre em Comunicação (UFPR).

ARTIGOS RELACIONADOS

Efeito chicote: o que é e seus impactos

27 de dezembro de 2023

Continuar lendo

Fundição: entenda esse processo da metalurgia

25 de dezembro de 2023

Continuar lendo