Conciliação financeira: como fazer?

PUBLICADO POR:

Letícia GuimarãesLetícia Guimarães

ATUALIZADO EM:

14 de Dezembro de 2022

A conciliação financeira precisa fazer parte da rotina de todas as empresas. Afinal, essa prática identifica divergências entre valores pagos e recebidos, garantindo o maior potencial da equipe financeira.

Toda atividade manual está sujeita a erros operacionais, que podem fazer toda a diferença no sucesso da sua empresa. E, conforme o negócio cresce e a complexidade dos processos aumenta, é cada vez mais importante realizar a conciliação. Com o aumento no volume de trabalho, torna-se necessário otimizar o tempo para que a equipe financeira tenha mais eficiência.

Para implementar a conciliação financeira na sua organização, continue lendo este artigo. Você vai aprender o que é conciliação financeira, para que ela serve e como usar a tecnologia para agilizar o processo. Vamos lá?

O que é conciliação financeira?

É fácil entender a conciliação financeira. A atividade se resume em controlar o fluxo de entradas e saídas em uma empresa, conferindo o saldo em conta e os extratos de cada transação.

Dessa forma, é uma prática que contribui para o desenvolvimento do seu negócio, envolvendo a conferência dos dados financeiros e análise dos valores que entram e saem das contas bancárias da empresa. Por isso, podemos dizer que o seu objetivo é garantir que todas as transações aconteçam de forma correta, para evitar inconsistências e até fraudes.

Como resultado, a empresa pode fazer investimentos com mais segurança e evitar perdas e desperdício de recursos. A conciliação financeira possui quatro etapas:

  1. Conciliação de cartões;
  2. Conciliação de pagamentos;
  3. Conciliação de cobrança;
  4. Conciliação bancária;

Vamos conferir um resumo de cada uma delas?

Conciliação de cartões

Na conciliação de cartões, a equipe financeira confere os dados de vendas realizadas em cartões, para entender se os valores repassados estão corretos. Além disso, é o momento de verificar se as taxas da operadora estão de acordo com o que foi contratado. Portanto, você pode fazer esse processo manualmente, mas isso pode abrir espaço para falhas humanas e gerar uma atividade lenta e repetitiva. Um sistema de gestão com módulo financeiro pode ajudar a garantir a automatização da tarefa e muito mais agilidade.

Conciliação de pagamentos

Por sua vez, a conciliação de pagamentos gerencia os pagamentos de fornecedores e funcionários. Desse modo, com a troca de informações entre os bancos e o sistema de gestão, você pode confrontar as informações entre os pagamentos e garantir a segurança nas informações da empresa.

Conciliação de cobrança

Como o próprio nome sugere, a conciliação de cobrança consiste em gerenciar a carteira de cobranças do negócio. Assim, envolve acompanhar e conciliar as liquidações e os valores creditados na conta corrente da empresa. O resultado é a redução da inadimplência e a melhoria no controle dos serviços de cobrança.

Conciliação bancária

Finalmente, a conciliação bancária é a realização do confronto entre as informações das contas bancárias e os dados do monitoramento interno do negócio. Desse modo, consiste em garantir que os valores estão realmente na conta.

Entretanto, garantir a correspondência entre as contas e o fluxo de caixa não é uma tarefa fácil. Com o auxílio de um sistema de gestão, você ganha tempo, pois esses processos acontecem de forma automática.

Por que fazer a conciliação financeira?

Realizar a conciliação financeira mantém a saúde da sua empresa. O método auxilia os gestores financeiros a garantir que as transações estão corretas, reduzindo o risco de prejuízos que podem levar o negócio à falência. As principais vantagens do processo são:

  • Segurança nos pagamentos de fornecedores e funcionários;
  • Assertividade no confronto de dados de cobrança;
  • Comprova a confiabilidade das tarifas aplicadas;
  • Facilidade na correção de eventuais erros em processos financeiros;
  • Agilidade na tomada de decisões em relação às finanças.

Além disso, você pode automatizar a conciliação financeira, como já mencionamos em outros momentos do artigo. Assim, a sua equipe realiza a tarefa com a segurança da tecnologia, pois reduz o risco de erros proporcionados por falhas na atenção humana. 

Como um sistema de gestão pode otimizar a conciliação financeira?

A conciliação financeira automática elimina uma série de atividades desgastantes, como a impressão de extratos bancários e a necessidade de conferir cada valor. Sendo assim, os colaboradores da sua empresa podem se dedicar a atividades mais estratégicas.

Automatizar atividades financeiras gera uma série de benefícios para o seu negócio. Com um sistema de gestão, como o ERP, todas as informações financeiras ficam em um único ambiente, proporcionando fácil visualização de dados e tarefas. 

Desse modo, informações de contas a pagar e receber, extratos bancários, lançamentos de pagamentos e outros dados podem ser consultados com facilidade. Assim, também é possível realizar a conciliação financeira de forma automática, identificando disparidades com agilidade.

Por isso, você precisa de um sistema que possua as ferramentas ideais para garantir segurança da informação e conectividade à sua equipe. O ERP Korp te ajuda a integrar e organizar as informações financeiras da sua empresa, com:

  • Integração das contas a pagar e receber com pedidos de compra e venda;
  • Controle do planejamento orçamentário;
  • Previsões financeiras;
  • Gestão fiscal e contábil, entre outras funcionalidades.

Conheça todo o potencial do ERP para transformar o seu financeiro aqui!

Cadastre-se em nossa newsletter

Please wait...

Obrigado por se inscrever!

COMPARTILHE

Publicado por:
Letícia Guimarães é professora, publicitária e mestre em Comunicação (UFPR).

ARTIGOS RELACIONADOS

Balancete de Verificação: o que é, como fazer e para que serve

11 de junho de 2024

Continuar lendo

Risco Sacado: O Que é e Como Funciona

15 de maio de 2024

Continuar lendo