O que é just in time e como funciona?

PUBLICADO POR:

Viasoft Korp ERPViasoft Korp ERP

ATUALIZADO EM:

05 de Janeiro de 2023

O just in time é cada dia mais usado nas indústrias que buscam um trabalho da manufatura mais assertivo. Esse método visa diminuir os gastos e impedir que o estoque permaneça parado por um longo período de tempo.

Uma das vantagens de adotar a metodologia é que a gestão torna-se mais eficiente, além de maximizar a margem de lucro da companhia. Mas os benefícios do just in time não param por aí. Veja neste artigo como funciona essa filosofia nas indústrias e suas vantagens!

O que é just in time?

Just in time significa “momento certo”. Esse método de gestão da produção tem foco no controle de estoque. Ou seja, o intuito é vender todos os produtos para não ficar com mercadorias paradas no estoque das indústrias. Desse modo, é uma metodologia lean que visa aumentar a eficiência e diminuir o desperdício.

De acordo com a filosofia, nada deve entrar em produção, transporte ou venda antes da hora. Portanto, as mercadorias só são recebidas quando necessárias.

Nesse sentido, a gestão trabalha para não produzir, transportar e vender antes da hora. Quer dizer, a meta é não manter o estoque parado e reduzir o desperdício de materiais, já que as mercadorias produzidas serão todas comercializadas. Mas, vale lembrar que, para seguir essa linha de raciocínio, a equipe precisa padronizar os processos e criar políticas e diretrizes de trabalho.

O just in time inclui o gerenciamento de pedidos suficientes para alcançar a demanda real por produtos em uma empresa. Então, para chegar a esse tipo de gestão, o time precisa por em prática novas tecnologias e atualizar as suas práticas.

Portanto, o objetivo do just in time é alinhar a produção com os pedidos existentes, evitando a necessidade de fabricar produtos extras.

Como surgiu o método just in time?

O just in time foi criado no Japão, mais especificamente, na Toyota. Na época, o país passava por um momento em que os desperdícios não eram permitidos devido aos recursos naturais limitados. Afinal, era um cenário de pós-guerra e muitas sanções econômicas.

Além disso, foi um período de crescimento da indústria automobilística e era necessário metodologias eficientes para que as fabricantes japonesas pudessem competir no mercado. Com o desenvolvimento do just in time, a Toyota provou a eficiência do método, otimizando a produção e reduzindo custos.

Hoje, a metodologia se espalhou por todo o mundo, sendo a base para técnicas de gerenciamento de estoque mais modernas.

Qual é a relação entre just in time e kanban?

O kanban é uma ferramenta que auxilia na organização das etapas de um projeto. Tradicionalmente, pode ser aplicada com o uso de cartões e post-its em um quadro. Mas hoje é muito comum encontrar soluções virtuais que facilitam o seu uso.

Sendo assim, trata-se de uma ferramenta para o controle da produção, sinalizando quando novas etapas podem se iniciar e como os trabalhadores podem se envolver no projeto. Uma nova etapa se inicia quando a anterior é concluída, garantindo a utilização dos recursos necessários em cada fase.

Quais as vantagens do Just in Time para as indústrias?

Melhora a produtividade

Otimize a produção por meio dessa filosofia, que procura o “momento certo” para executar cada uma das etapas do trabalho, centralizando os esforços de maneira ágil.

Reduz os desperdícios

As indústrias que fazem uso do just in time produzem sob demanda, assim, evitando os desperdícios de materiais e recursos.

Otimiza a gestão de estoque

O método também ajuda no controle do estoque como um todo. Além disso, há a possibilidade de reorganizar o ambiente de armazenagem.

Melhora a qualidade do trabalho

O método permite ainda que a equipe mantenha a qualidade dos produtos, pois existem objetivos estipulados e um padrão a ser seguido em relação à produção.

Como implementar o just in time na sua empresa?

Para implementar o método na sua empresa, você precisa realizar algumas ações, como treinar os colaboradores e adotar um sistema de gestão.

Sendo assim, em primeiro lugar, garanta a orientação de todas as pessoas envolvidas. Com o treinamento prévio e uma boa comunicação, é possível evitar falhas no processo e falhas operacionais. Por isso, é importante alinhar a metodologia continuamente. 

Para monitorar a eficiência do trabalho, tenha métricas de desempenho claras e garanta que todos as entendam. Assim, vai ser possível mapear os pontos positivos e negativos para a melhoria contínua dos processos. 

Tendo esses pontos em mente, utilize a tecnologia para automatizar os processos. Com um software de gestão, você diminui as atividades que antes eram realizadas manualmente, evitando a desorganização de pedidos, entre outros erros comuns.

Além disso, você monitora toda a cadeia produtiva por meio de dados, dando o próximo passo para, de fato, entrar na indústria 4.0.

Como o sistema ERP ajuda no just in time?

O ERP (Enterprise Resource Planning) é um sistema de gestão que viabiliza a integração de dados industriais. Dessa maneira, unindo diversas informações e etapas do processo de produção e distribuição. Por exemplo: a supply chain.

Para aplicar o just in time, as indústrias devem ter informações atualizadas e centralizadas, a fim de ter uma base sólida que ajude nas decisões. Nesse sentido, o ERP vem como uma ótima alternativa, pois os dados do negócio permanecem centralizados em um único local, de modo eficaz e em tempo real.

Sem falar que, as empresas conseguem melhorar as tarefas do front-office e do backoffice com a automatização. Assim, reduzindo a quantidade de erros e tornando o ambiente mais produtivo e rápido.

Se a sua empresa pretende aperfeiçoar os processos com a aplicação do just in time, conte com a solução Viasoft Korp ERP. Este software já ajuda diversas indústrias espalhadas pelo Brasil com a gestão do negócio, e está no mercado há mais de 20 anos. 

Clique aqui e conheça a plataforma!

Cadastre-se em nossa newsletter

Please wait...

Obrigado por se inscrever!

COMPARTILHE

Publicado por:
A Viasoft Korp nasceu na indústria em 1999 e se tornou o maior especialista em sistemas de gestão para o segmento industrial e de distribuição. Além do ERP, desenvolve diversas outras soluções com foco em lucro e produtividade.

ARTIGOS RELACIONADOS

Metodologia Scrum: Guia Completo

18 de junho de 2024

Continuar lendo

PODC: o que é e como aplicar

10 de junho de 2024

Continuar lendo