Como funciona o custeio variável?

PUBLICADO POR:

Letícia GuimarãesLetícia Guimarães

PUBLICADO EM:

01 de fevereiro de 2023

Existem vários métodos de custeio que podem ser utilizados para saber os custos de uma empresa: o custeio variável, o custeio ABC e o custeio por absorção.

O lucro é um desafio para todas as empresas e o sucesso nos negócios depende diretamente da eficiência nos custos. Desse modo, saber quanto você gasta para manter o seu negócio funcionando é mais que uma tarefa, trata-se de uma obrigação. 

Você já sabe qual é a melhor forma de gerenciar os custos da sua organização? No cotidiano, você já deve se deparar com vários relatórios contábeis elencando custos fixos, custos variáveis, despesas, entre outras categorias. Mas será que essa gestão está sendo feita da forma mais adequada?

No artigo, vamos apresentar os principais conceitos do custeio variável, para você entender quando é válido aplicá-lo na sua empresa. Vamos lá?

O que é e como funciona o custeio variável?

O custo variável também se denomina custeio direto e considera que alguns gastos não acontecerão sempre, ao menos não com o mesmo valor. Sendo assim, parte do princípio que uma empresa possui despesas fixas e outras que variam.

Portanto, o custeio variável separa os gastos fixos daqueles que variam de acordo com o momento. Dois conceitos são essenciais para entender o método:

  • Custos variáveis: variam de acordo com a produção e vendas, podendo aumentar e diminuir conforme os resultados de um determinado período.
  • Custos fixos: não dependem do volume de produção, sendo considerados despesas no cálculo de custeio variável.

Para você entender melhor, vamos dar um exemplo. Em uma fábrica de produtos alimentícios, um corante amarelo pode ser considerado um custo variável, que depende diretamente da produção de um alimento específico. Os gastos com o item vão variar de acordo com a demanda do produto. Por outro lado, os custos fixos são aqueles que sempre vão acontecer, como a conta de luz e os salários de funcionários.

Custeio ABC e custeio por absorção

Existem outros métodos para gerenciar os custos da sua empresa. O custeio ABC (baseado em atividades) rastreia como as atividades de um negócio consomem os seus recursos e geram receita. Enquanto isso, o custeio por absorção entende que todos os custos de fabricação e operação devem ser embutidos no custo de vendas. Desse modo, os produtos e serviços absorvem os custos diretos e indiretos da empresa.

Saiba mais sobre custeio de produção no vídeo!

Como analisar o custeio variável na sua empresa?

Um bom gerenciamento de custos pode ser o que falta para a sua empresa lucrar mais. Com o uso de um sistema de gestão, como o ERP, você reúne informações de diferentes setores da sua empresa em um lugar só e automatiza tarefas para elevar a produtividade do seu time.

O ERP Korp conta com funcionalidades específicas para setores financeiros e contábeis, facilitando tarefas como o custeio da produção. Para saber mais sobre o ERP, confira estes outros artigos:

Cadastre-se em nossa newsletter

Please wait...

Obrigado por se inscrever!

COMPARTILHE

Publicado por:
Letícia Guimarães é professora, publicitária e mestre em Comunicação (UFPR).

ARTIGOS RELACIONADOS

Margem de contribuição: entenda o que é e como calcular

31 de dezembro de 2023

Continuar lendo

Análise DuPont: entenda esta ferramenta financeira

29 de dezembro de 2023

Continuar lendo