Qual é a diferença entre revendedor, representante e afiliado?

PUBLICADO POR:

Viasoft Korp ERPViasoft Korp ERP

ATUALIZADO EM:

28 de Maio de 2024

Sabe aquela marca super, hiper, mega famosa que você admira? Sabia que para chegar naquele nível de conhecimento e relevância, pode ter contado com o trabalho diário de um revendedor, representante ou afiliado?

Empresas como O Boticário e Mary Kay são bons exemplos de empresas que contam com o profissionalismo de milhares de revendedores e representantes comerciais que divulgam e vendem os produtos cosméticos em todo o Brasil.

É quase como um trabalho de “formiguinha” que, com o tempo, transforma pequenos negócios em grandes empresas.

Veja qual a diferença entre um revendedor, representante e afiliado, a seguir:

revendedor representante e afiliado

Revendedor

Um revendedor é uma pessoa ou empresa que compra produtos diretamente de fabricantes ou distribuidores em grandes quantidades e os revende a consumidores finais ou a outros negócios. Diferente de um representante comercial, que atua como intermediário sem possuir os produtos, o revendedor adquire a posse dos produtos para revendê-los.

De modo geral, o revendedor tem uma margem maior de lucro, porém precisa realizar um investimento pequeno em estoque, atendendo o cliente com agilidade.

Ao se tornar revendedor, você pode atuar em diversos segmentos e montar seu próprio negócio. Assim, você pode criar uma página na internet para divulgar seu trabalho ou abrir uma loja física, contratando uma equipe capaz de atingir metas.

Uma das vantagens desse tipo de trabalho é ter autonomia para definir a sua jornada diária, como abrir o negócio e atender a seus clientes. 

O que um revendedor faz na prática

  • Compra e Revenda: O revendedor compra produtos em grande quantidade a preços de atacado e os revende a preços de varejo, buscando lucrar com a diferença entre o preço de compra e o preço de venda.
  • Estoque: Mantém um estoque dos produtos que comercializa, gerenciando a logística e o armazenamento para garantir a disponibilidade dos itens para os clientes.
  • Diversificação de Produtos: Muitas vezes, um revendedor oferece uma gama diversificada de produtos de diferentes fabricantes, proporcionando uma variedade maior aos clientes.
  • Marketing e Venda: Realiza atividades de marketing e vendas para atrair consumidores, que podem incluir publicidade, promoções, vitrines atrativas (no caso de lojas físicas),e uma presença online (no caso de e-commerce).
  • Relacionamento com Clientes: Desenvolve e mantém relacionamentos com os clientes, fornecendo atendimento, suporte e serviços adicionais que possam aumentar a satisfação e a fidelidade dos clientes.
  • Gestão de Preços: Define os preços de venda dos produtos com base nos custos de aquisição, despesas operacionais e margem de lucro desejada, além de considerar fatores como a concorrência e a demanda do mercado.
  • Distribuição: Pode operar em lojas físicas, online, ou através de uma combinação de ambos, garantindo que os produtos estejam acessíveis aos consumidores de diferentes formas.
  • Assistência Técnica e Garantia: Em alguns casos, especialmente para produtos técnicos ou complexos, o revendedor pode oferecer serviços adicionais como instalação, manutenção e garantia.
  • Análise de Mercado: Avalia continuamente o mercado para ajustar a oferta de produtos, preços e estratégias de venda, assegurando que a empresa se mantenha competitiva e rentável.
  • Compliance e Regulamentação: Assegura que todas as atividades de revenda estejam em conformidade com as leis e regulamentações aplicáveis, incluindo questões de impostos, licenciamento e segurança dos produtos.

Representante comercial

Um representante comercial é um profissional que atua como intermediário entre empresas e seus clientes, promovendo e vendendo produtos ou serviços em nome dessas empresas. O representante comercial pode ser autônomo ou vinculado a uma organização e, geralmente, trabalha em um regime de comissionamento, recebendo uma porcentagem sobre as vendas realizadas. 

Uma das vantagens dessa profissão é não ter a necessidade de loja física e de estoque. Isto é, não precisa investir tanto dinheiro para iniciar o seu trabalho. A princípio, o único pré-requisito é uma boa carteira de clientes.

Portanto, podemos dizer que ele representa a imagem de uma empresa, tendo um caráter mais comercial. O representante de vendas vai entregar somente os produtos solicitados pelo cliente e recebe uma comissão sobre cada venda. Por isso, investir em relacionamento é essencial para o seu sucesso.

O que um representante comercial faz na prática

  • Intermediação de Vendas: O representante comercial apresenta produtos ou serviços aos clientes em potencial, explica suas características, benefícios e preços, e busca fechar vendas.
  • Relacionamento com Clientes: Desenvolve e mantém relacionamentos com clientes, entendendo suas necessidades e oferecendo soluções adequadas. Um bom representante comercial constrói confiança e fidelidade com seus clientes.
  • Prospecção de Novos Clientes: Identifica e aborda novos clientes em potencial, ampliando a base de clientes da empresa e explorando novas oportunidades de mercado.
  • Negociação: Negocia condições de venda, como preços, prazos de pagamento e prazos de entrega, buscando um acordo que seja vantajoso tanto para a empresa quanto para o cliente.
  • Feedback de Mercado: Coleta e fornece informações de mercado para a empresa, como tendências de consumo, feedback de clientes, movimentos da concorrência e outras informações relevantes para a estratégia de vendas e marketing.
  • Cumprimento de Metas: Trabalha com metas de vendas definidas pela empresa, buscando atingi-las ou superá-las através de estratégias e planejamento de vendas eficazes.
  • Apoio Pós-Venda: Oferece suporte aos clientes após a venda, ajudando a resolver problemas, respondendo a perguntas e garantindo a satisfação do cliente.
  • Conhecimento de Produtos: Mantém-se atualizado sobre os produtos ou serviços que vende, bem como sobre o mercado e a indústria em que atua, para oferecer informações precisas e úteis aos clientes.

Afiliado

Um afiliado é um profissional que promove produtos ou serviços de outras empresas e ganha uma comissão por cada venda ou ação realizada através de seus esforços de marketing. Em outras palavras, os afiliados são vendedores virtuais. 

Ao contrário de um revendedor, o afiliado não possui os produtos nem gerencia estoques; ele apenas direciona clientes potenciais para o site do vendedor.

Em resumo, o afiliado indica um produto ou serviço em troca de uma comissão que tem um valor pré-estabelecido. Desse modo, precisa encontrar as pessoas certas para cada produto.

Nesse caso, o profissional não precisa criar um estoque ou fazer investimentos para começar a trabalhar. Além disso, o restante do processo de compra é responsabilidade da plataforma, assim como o recebimento de valores, entrega de produtos, entre outras atividades.

Tipos de afiliados

Além disso, a atuação de um afiliado pode variar bastante dependendo da plataforma com a qual ele trabalha e do tipo de produtos que promove.

Por exemplo, afiliados que trabalham com a Hotmart geralmente focam em produtos digitais, como cursos online, e-books, softwares, e webinars. Esses profissionais frequentemente criam conteúdo educacional e informativo, como artigos de blog, vídeos no YouTube e posts em redes sociais, para atrair um público interessado em aprendizado e desenvolvimento pessoal. Sendo assim, eles tendem a cultivar uma audiência específica e engajada, oferecendo recomendações e avaliações detalhadas dos produtos digitais que promovem.

Por outro lado, afiliados que promovem produtos de grandes e-commerces como a Amazon e o Magazine Luiza têm um enfoque mais amplo, abrangendo uma vasta gama de produtos físicos. 

Sendo assim, esses profissionais podem usar táticas de marketing como comparações de produtos, avaliações detalhadas, listas de recomendações e guias de compras para ajudar os consumidores a tomar decisões informadas. Desse modo, eles podem operar sites de nicho, como blogs de tecnologia, moda, casa e jardim, ou até mesmo canais de YouTube que fazem unboxings e avaliações de produtos.

O que um afiliado faz na prática

  • Promoção de Produtos/Serviços: Utiliza diversas estratégias de marketing, como blogs, redes sociais, e-mail marketing, vídeos e anúncios pagos para promover os produtos ou serviços de uma empresa parceira.
  • Criação de Conteúdo: Produz conteúdo relevante e atraente que desperte o interesse do público-alvo e incentive a compra ou a realização de uma ação específica, como preencher um formulário ou se inscrever em um serviço.
  • Links de Afiliado: Cada afiliado recebe um link exclusivo, conhecido como link de afiliado, que rastreia as vendas ou ações realizadas através desse link. Quando um consumidor clica no link e completa a ação desejada, o afiliado recebe uma comissão.
  • Diversificação de Plataformas: Pode promover produtos em diversas plataformas, como blogs pessoais, canais do YouTube, contas de Instagram, páginas de Facebook e listas de e-mail, adaptando a abordagem de acordo com a plataforma e o público.
  • Análise e Otimização: Monitora o desempenho de suas campanhas de marketing, analisando métricas como taxa de cliques, conversões e ROI (retorno sobre investimento),e ajusta suas estratégias para melhorar os resultados.
  • SEO e Tráfego: Utiliza técnicas de otimização para motores de busca (SEO) para atrair tráfego orgânico para suas páginas de promoção, aumentando a visibilidade e as chances de conversão.
  • Engajamento com o Público: Interage com o público através de comentários, e-mails e redes sociais para construir uma relação de confiança e autoridade.
  • Escolha de Programas de Afiliados: Seleciona programas de afiliados que sejam relevantes para seu público e que ofereçam boas comissões e produtos de qualidade. 
  • Gerenciamento de Recursos: Administra seu tempo, orçamento e recursos de maneira eficiente, garantindo que suas campanhas sejam sustentáveis e rentáveis.
  • Independência e Flexibilidade: Trabalha de forma independente, com a flexibilidade de escolher seus horários e locais de trabalho.

Como impulsionar as vendas com um CRM?

O Customer Relationship Management (CRM) é uma ferramenta de gestão do relacionamento com o cliente que é uma estratégia para centralizar todos os seus processos e abordagens com cliente. Com isso, você consegue atendê-los da melhor forma possível e obter resultados de excelência. 

O CRM pode atuar como uma ferramenta facilitadora do trabalho de um revendedor, representante e afiliado.

Desse modo, trata-se de um software que funciona como uma plataforma online para o time de vendas acompanhar o cliente durante toda a jornada de compra. Além disso, há algumas funções adicionais, como organizar a sua agenda, para otimizar a rotina de trabalho e ganhar maior vantagem competitiva nas negociações. Confira alguns benefícios do CRM!

Leia aqui 10 motivos para ter um CRM na sua empresa.

Organize seus dados em um único lugar.

Uma das grandes vantagens do CRM é permitir o armazenamento dos dados dos seus clientes em um único lugar. Este é um passo à frente no uso de planilhas no Excel, as quais são muito sensíveis a alterações e erros humanos. O sistema garante a centralização de dados com segurança e transparência nas informações.

Criação de segmentações de clientes

Com o tempo, a sua carteira de clientes aumenta e é necessário organizá-la, uma vez que nem todos os clientes têm as mesmas complexidades. O CRM permite segmentar a base em diferentes dimensões, para facilitar a vida dos vendedores e melhorar a eficiência do seu negócio.

Comunicação assertiva com o cliente

O CRM permite o salvamento do histórico das interações com o cliente, mantendo todas as informações alinhadas pelo time. Além disso, é possível agendar follow ups no momento certo, garantindo que ninguém perderá um compromisso.

Personalize do atendimento

Com um CRM, é possível armazenar e acessar informações detalhadas sobre os clientes. Isso permite que o revendedor, representante e afiliado personalize o atendimento e as ofertas.

Sendo assim, conhecendo melhor os interesses e o histórico de compras de cada cliente, podem recomendar produtos ou serviços mais relevantes, aumentando as chances de venda.

Gerencie leads

Um CRM ajuda na gestão de leads de forma mais eficiente, desde a captura até a conversão. Isso inclui acompanhar o estágio de cada lead no funil de vendas, priorizar os leads mais promissores e garantir que nenhum potencial cliente seja esquecido.

Por fim, essa gestão eficaz dos leads pode aumentar significativamente as taxas de conversão.

Análise de desempenho e relatórios

Outro benefício do CRM é a possibilidade de análises de desempenho e a criação de relatórios, para que você e seu time trabalhem com indicadores que ajudam a entender os resultados das vendas. Sendo assim, você visualiza o processo comercial como um todo, com muito mais detalhe e inteligência.

Então, se você quer organizar as vendas, cadastrar oportunidades, qualificar leads, realizar a gestão de equipes, avaliar resultados, entre outras atividades relacionadas às vendas, você precisa conhecer o Korp CRM. Veja algumas funcionalidades da solução:

  • Gerador automático de atividades;
  • Mapa comparativo de desempenho;
  • Score de qualificação;
  • Histórico do cliente;
  • Funil de vendas configurável;
  • Proposta comercial;
  • Dashboard e pipeline configuráveis;
  • Controle de atividades por kanban;
  • Cadastro e importação de leads;
  • Integração com ERP, entre várias outras.

Saiba mais sobre o CRM Korp! 

Cadastre-se em nossa newsletter

Please wait...

Obrigado por se inscrever!

COMPARTILHE

Publicado por:
A Viasoft Korp nasceu na indústria em 1999 e se tornou o maior especialista em sistemas de gestão para o segmento industrial e de distribuição. Além do ERP, desenvolve diversas outras soluções com foco em lucro e produtividade.

ARTIGOS RELACIONADOS

Fulfillment: O Que é e Como Aplicar

13 de maio de 2024

Continuar lendo

Sazonalidade nas vendas: entenda os desafios na indústria

10 de novembro de 2023

Continuar lendo