O que é Gestão Horizontal e como implementá-la na indústria?

PUBLICADO POR:

Viasoft Korp ERPViasoft Korp ERP

PUBLICADO EM:

03 de março de 2021

Na gestão horizontal, os colaboradores têm uma liberdade maior para desempenhar suas atividades do que no modo tradicional de gerenciamento. Isso faz parte da busca por soluções inovadoras para negócios, por meio de processos mais fluidos e ágeis.

Sendo assim, responsabilidade e autonomia fazem parte do modelo de gestão horizontal. Diferente de organizações tradicionais com estruturas hierárquicas, neste outro modelo, há mais espaço para o diálogo e, por consequência, o engajamento dos colaboradores e fortalecimento do seu negócio.

Apesar de o modelo parecer facilmente aplicável, há muitas dificuldades na implementação e integração dessa gestão na cultura organizacional da empresa. Mas, vale lembrar que os resultados, geralmente, são bem favoráveis para a indústria.

Além disso, a gestão horizontal vem sendo aplicada em grandes organizações, conhecidas mundialmente, por exemplo: Google, Tesla e Netflix.

Saiba o que é, como funciona e conheça algumas vantagens da Gestão Horizontal, neste artigo!

O que é gestão horizontal?

A gestão horizontal é um modelo em que todos os colaboradores podem participar da tomada de decisões. Desse modo, todas as vozes têm importância e são consideradas igualmente. 

Esse método organizacional tem o objetivo de minimizar a burocracia e acelerar o fluxo dos processos. A partir disso, as atividades tornam-se mais lineares e estruturadas. Então, os funcionários podem planejar estratégias e tomar decisões mais assertivas.

Diante desses fatos, há 2 pontos que merecem destaque:

  • A autonomia permite que os colaboradores tomem decisões mais rapidamente;
  • A responsabilidade colocada nesses profissionais em relação às atividades faz com que procurem melhorar os processos e o trabalho como um todo.

Esse tipo de gerenciamento tem como base a ideia de que “quanto mais os colaboradores estão envolvidos no processo decisório, mais serão produtivos”. Esse pensamento também é conhecido como “sentimento de dono”. É quando o funcionário assume uma tarefa e executa de maneira exemplar, como se realmente fosse o responsável pela organização. Dentro dessa estrutura de controle, o brainstorming é uma excelente técnica para extrair ideias da equipe.

Outra característica relevante nesta gestão é a cooperação entre os setores. Durante os processos, a tomada de decisão é feita pelos times, compostos por profissionais de diferentes cargos. Assim, permitindo que todos tenham um posicionamento e visão sobre o assunto em questão.

Qual é a diferença entre gestão vertical e horizontal?

Na estrutura vertical de gestão, há separação por níveis hierárquicos. Dessa forma, não há tanta interação entre os diferentes níveis na construção de estratégias e tomadas de decisão.

Em resumo, a alta administração costuma tomar as decisões. Enquanto isso, gestores delegam atividades enquanto o time coloca a mão na massa. Cada um possui uma função.

Além disso, os processos são mais rígidos, sendo difíceis de mudar, devido à necessidade de muitas aprovações. No trabalho “top-down”, ou seja, de cima para baixo, existe menos espaço para inovações que otimizam a rotina da equipe.

Por outro lado, na perspectiva horizontal, os processos são mais flexíveis e todos podem participar de discussões e decisões importantes para a organização.

Um bom exemplo para compreender essa diferença é a definição de metas para o ano seguinte. Na estrutura vertical, os diretores e líderes chegam a um consenso e repassam as metas à equipe. Na estrutura vertical, o líder conversa com o seu time antes de falar com superiores para desenvolver o planejamento.

Benefícios da gestão horizontal para a indústria

gestao-horizontal

 

Em um mercado competitivo como o industrial, investir em uma metodologia ágil de gestão trará ótimos resultados para reduzir os gargalos.

Além disso, aumenta a motivação dos colaboradores, reduz as burocracias nos processos, minimiza custos com gestores e a indústria mantém a equipe dedicada com pensamento inovador.

Veja algumas vantagens desse modelo de gestão:

  • Relações de trabalho e processos sem burocracia;
  • Aumento na produtividade e níveis de satisfação da equipe;
  • Valorização do capital humano;
  • Melhoria no clima organizacional;
  • Mais empatia no trabalho em equipe;
  • Desenvolvimento de ambiente de trabalho colaborativo;
  • Elaboração de metas mais realistas.

Desvantagens da gestão horizontal

Apesar de a gestão horizontal promover um espaço mais aberto à inovação, não há um sistema certo ou errado na hora de gerir uma indústria. Afinal, esse tipo de liderança também pode ter algumas desvantagens.

Por exemplo, pode ser difícil implementar esse modelo de gestão em grandes empresas que executam a gestão vertical há muito tempo. Neste caso, é necessário haver sinergia entre as lideranças para que a ação dê resultado.

Outro ponto é a necessidade de alinhamento constante, pois caso as expectativas não estejam claras, os resultados podem não chegam como esperado.

Exemplos de gestão horizontal

Existem vários exemplos de lideranças horizontais no mercado e vamos abordar alguns deles. Uma empresa que adotou esse modelo é a Tesla, de Elon Musk. O CEO resolveu implantar o modelo de gestão com o objetivo de melhorar o engajamento e a comunicação entre setores.

A Netflix também adota a estrutura horizontal. O streaming incentiva processos sem hierarquias para incentivar a criatividade e a colaboração entre os funcionários.

Outra grande empresa que adota o sistema é o Google. Apesar de terem uma hierarquia clara dentro da organização, os relacionamentos entre colaboradores e processos não são burocráticos, para melhorar a comunicação e acelerar o crescimento da big tech.

Como implementar a gestão horizontal na indústria?

A aplicação da gestão horizontal depende da abertura da indústria para a Transformação Digital de procedimentos. Depende também da atuação efetiva do departamento pessoal na mudança da cultura organizacional. 

Afinal, essa metodologia é formada por ações de pessoas, que precisam de treinamentos e capacitações para assumirem de forma mais autônoma e responsável suas atividades dentro da empresa.

Uma ferramenta que auxilia na implementação da Gestão Horizontal é o sistema Viasoft Korp ERP, pois possibilita que o time tenha diversas informações de performance e desempenho dos setores para análises, em tempo real e de modo preciso. 

Dessa forma, possibilita a descentralização da tomada de decisão, o que traz mais liberdade para cada setor na hora de avaliar os indicadores e montar o plano de ação no dia a dia.

Veja o que o ERP pode fazer pela sua indústria:

  • Integrar os dados da sua empresa em um único lugar;
  • Centralizar a comunicação entre processos de diferentes setores;
  • Monitorar todas as etapas da produção, do chão de fábrica à logística;
  • Armazenar dados de compras e orçamentos para a melhor decisão;
  • Automatizar processos repetitivos;
  • Gerar relatórios para acompanhamento dos resultados.

Você quer conhecer as possibilidades do Viasoft Korp ERP para sua indústria? Então, converse com um de nossos consultores.

Cadastre-se em nossa newsletter

Please wait...

Obrigado por se inscrever!

COMPARTILHE

Publicado por:
A Viasoft Korp nasceu na indústria em 1999 e se tornou o maior especialista em sistemas de gestão para o segmento industrial e de distribuição. Além do ERP, desenvolve diversas outras soluções com foco em lucro e produtividade.

ARTIGOS RELACIONADOS

Gestão logística: guia completo

04 de dezembro de 2023

Continuar lendo

Capacidade ociosa: entenda a importância para a gestão

30 de outubro de 2023

Continuar lendo