Como está a gestão industrial da fábrica em que você trabalha? Há ferramentas de gestão que ajudam gestores e equipes com o planejamento e organização de processos e, consequentemente, impactam positivamente nos resultados.

Algumas indústrias, especialmente, as novas, mantêm certas informalidades e não têm uma organização efetiva no momento de usar as ferramentas de gestão. Entretanto, ao longo do tempo e conforme o tamanho do negócio, a organização é necessária para a saúde da empresa. Afinal, como gerir colaboradores, tarefas, máquinas, manutenções, prazos, estoque, entre outros trabalhos, se não houver um plano bem definido?

Veja a seguir, ótimas ferramentas para aplicar na gestão industrial:

1 – 5W2H

O 5W2H auxilia no desenvolvimento de projetos e gestão, assim, melhorando a execução de iniciativas por meio de um checklist, que tem foco na implementação rápida e assertiva de cada processo.

A nomenclatura 5W2H tem base nos 7 aspectos que direcionam essa metodologia. São eles:

What = O que?
Nessa questão, a equipe deve responder quais atividades serão realizadas.

Why = Por que?
Aqui, o objetivo é responder quais são os objetivos do projeto.

Where = Onde?
E aí, onde as tarefas serão concretizadas e realizadas?

When = Quando?
Nessa pergunta, a atenção está voltada a estabelecer o cronograma de atividades.

Who = Quem?
Essa é a hora de definir os responsáveis pelo projeto e quem estará envolvido em cada processo.

How = Como?
Dentro desse trabalho, qual será a metodologia adotada? Pense em como o projeto será posto em prática.

How much = Quanto?
E por último, mas não menos importante: quais serão os custos e recursos para o desenvolvimento desse projeto?

Em seguida, após responder todas essas questões junto aos envolvidos, é hora de colocar a mão na massa. Ou seja, essa ferramenta de gestão é o ponto de partida para fundamentar os processos na indústria. Bora?

2 – Ciclo PDCA

PDCA significa Plan, Do, Check, Act. Então, ao traduzir para o português, temos: Planejar, Fazer, Checar e Agir.

A ferramenta visa melhorias contínuas em processos. Isto é, um recurso que permite planejar ações e colocá-las em prática. Além disso, minimiza erros e problemas. Sem falar que, ajuda com as resoluções de situações e análise de resultados.

Aliás, esse método é democrático, pois é aplicável em qualquer tipo de indústria e com diferentes maneiras de execução.

Outro benefício ao utilizar o Ciclo PDCA é que otimiza os processos industriais, deixando-os mais ágeis e precisos.

3 – Análise SWOT

Certamente, a Análise SWOT é um excelente instrumento que já ajudou e ajuda milhares de empresas, no mundo todo.

Mediante a clássica ferramenta da Administração, pontue os pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças para o negócio.

Você tem interesse em entender melhor esse recurso? Então, acesse nosso artigo: Análise SWOT: avalie as forças e fraquezas da sua indústria.

4 – ERP em ação na gestão industrial

Além dessas ferramentas, há outros métodos recomendados para aplicação na gestão industrial, como: Análise KPI, Canvas, entre outros.

Mas, nenhuma dessas metodologias funcionará a longo prazo sem informações seguras e atualizadas sobre os departamentos da sua empresa. Portanto, contar com um sistema ERP é recomendável. Por quê? Primeiro, porque o software é uma ferramenta de gestão primordial dentro da indústria, e depois, porque todas as outras metodologias melhoram ao ter à disposição o sistema ERP com dados “frescos” sobre a atual situação da indústria.

O Viasoft Korp ERP, por exemplo, ajuda sua empresa com a organização e integração de informações e processos industriais. Isto é, tudo que você precisa saber sobre a empresa, estará facilmente acessível em uma plataforma centralizada. Saiba mais sobre as possibilidades do Viasoft Korp ERP, clique aqui.

Ficou com alguma dúvida ou tem sugestões sobre as ferramentas? Então, envie seu comentário pra gente. 🙂