Manter a gestão de estoque eficiente é um dos desafios das indústrias. Afinal, itens parados por um longo período de tempo podem estragar ou sair de linha, consequentemente, não gerando lucro. Entretanto, também existe o outro lado, o cuidado para que não haja a perda de vendas por falta de produtos estocados.

Por isso, a relevância de usar a metodologia de estoque mínimo, também chamada de estoque de segurança. Esse método consiste em armazenar uma quantidade mínima do produto no setor de modo que não tenha excesso e nem falta de mercadorias. Entenda como calcular a quantidade mínima de um produto.

O que é estoque mínimo?

Trata-se da quantidade mínima de itens que devem ser armazenados, a fim de evitar os desperdícios. Mas, para isso, é necessário compreender com quais tipos de indústrias você está lidando.

Pense nas seguintes situações: uma fabricante que faz a produção de um item tem um tempo maior para a fabricação, já uma distribuidora deve ter o material disponível à pronta entrega. Portanto, o controle de armazenamento precisa ser feito de acordo com o tipo de empresa e itens oferecidos.

Veja algumas vantagens de usar essa metodologia nas indústrias: maior domínio sobre a necessidade de repor produtos, evitar perdas de itens, gerenciar de maneira eficaz o capital de giro, reduzir o espaço de alocação dos materiais, entre outras.

Como calcular a quantidade mínima de estocagem?

Primeiramente, faça uma avaliação do histórico do estabelecimento e entenda se há alguma sazonalidade. Depois, para obter o estoque mínimo, use 2 fórmulas:

  • Consumo médio diário = consumo dos itens em um certo período ÷ dias deste período
  • Estoque mínimo = consumo médio diário * tempo de reposição

Confira um exemplo desses cálculos: imagine que a venda de um item em um mês foi de 150 unidades. O consumo médio diário é a quantidade de mercadorias vendidas no mês ÷ número de dias. Então, 150 produtos ÷ 30 dias, significa uma média de 5 vendas. A periodicidade de reabastecimento do armazém é de 5 dias, desse modo, o mínimo de estocagem é de 25 unidades do material (5 vendas em média * 5 dias entre uma reposição e outra).

Além disso, não deixe de fazer o cálculo com uma margem de segurança, deixe um extra de 10 a 15% como complemento. A margem de segurança é o valor mínimo de estocagem mais a porcentagem de reserva.

Estoque mínimo e máximo nas indústrias

O estoque mínimo é o menor valor possível de material armazenado a fim de evitar a escassez, enquanto o máximo trata-se da quantidade limite de itens necessários para impedir desperdícios.

Antes de fazer o cálculo de estoque máximo, saiba qual é o mínimo de estocagem e some o valor ao do lote de reposição (quantidade em dias ou unidades que um produto deve durar). Dessa forma, tem-se a seguinte fórmula:

  • Estoque máximo = estoque mínimo + lote de reposição

Se a empresa pretende manter todo esse controle e organização, o ideal é contar com soluções tecnológicas eficientes, por exemplo, o sistema ERP. Esse software permite não só planejar, integrar e visualizar dados sobre o negócio, mas também gerenciar processos e atividades.

Conheça o Viasoft Korp ERP, e veja as possibilidades desta plataforma, clique aqui.