O sistema ERP (Enterprise Resource Planning ou Planejamento de Recursos Empresariais) ajuda na organização e controle da logística interna das indústrias. Ou seja, o controle do fluxo de materiais (entrada e saída) pode ser feito por meio do software. Além disso, há a possibilidade de integrar processos e dados de outros setores no sistema.

O ERP auxilia as empresas no dia a dia de trabalho e também com a parte estratégica da logística. Afinal, com o apoio de relatórios e dashboards é possível realizar planejamentos e aplicar ações com base em dados atualizados.

Sem falar que, contar com o ERP na logística interna pode ter impacto direto na redução de custos e no aumento da produtividade, pois o sistema é capaz de coletar, armazenar e integrar informações, tornando a gestão e tomadas de decisão mais assertivas.

Neste artigo, confira alguns benefícios em contar com o Sistema Integrado de Gestão Empresarial na logística.

Como o ERP ajuda na logística interna?

1. Gestão de estoque e processos logísticos

Gerenciar todo o estoque da indústria não é uma tarefa simples. Entretanto, ao investir no ERP além de facilitar o trabalho da equipe, a empresa consegue automatizar vários processos. O sistema permite, por exemplo, a visualização da quantidade de materiais, além do mapeamento da entrada e saída desses produtos. Sendo viável manter os produtos no estoque sem excesso ou escassez.

Além disso, há mais agilidade nas entregas e otimização de espaço, devido ao controle adequado dos produtos. Lembrando que, tudo isso, pode gerar um aumento nos lucros.

Ao controlar os processos logísticos internos de maneira efetiva, a companhia também pode alinhar facilmente as informações entre os setores. Um ótimo exemplo de integração necessária na fábrica é dos setores operacional e comercial. Esse trabalho influencia positivamente não só nos resultados de cada setor, mas do negócio como um todo.

2. Análise do fluxo de materiais

Ao realizar o mapeamento do fluxo de produtos com a ajuda do ERP, a indústria mantém uma transparência maior, desde a chegada dos materiais até a distribuição. Dessa forma, deixando o trabalho menos burocrático e mais rápido.

Por meio do software, compreenda os pontos fortes do setor logístico, os gargalos que impactam negativamente na produtividade e encontre soluções para resolver esses problemas.

3. Distribuição de materiais

Essa fase é essencial para que o consumidor fique satisfeito com a companhia, já que entrega impacta de forma direta na imagem que o cliente tem da marca e na credibilidade da instituição. Aqui, estamos falando da agilidade e qualidade da entrega, independente de ser feita pelo setor interno ou por terceiros.

O ERP pode ajudar a fábrica com a conferência das mercadorias na hora de distribuí-las, controle de lote e validade para a entrega correta, gestão de rotas com foco na economia dos trajetos, entre outros pontos.

4. Gestão da Supply Chain

O software auxilia ainda com a Supply Chain Management (Gestão da Cadeia de Suprimentos), pois permite o gerenciamento de todos os fluxos relacionados à fabricação de um produto ou serviço. Entenda, em detalhes, como o ERP auxilia nessa administração, clique aqui.

Tecnologia em ação

O ERP é o recurso ideal para indústrias que precisam ter o máximo controle da cadeia produtiva, com dados precisos sobre os produtos e processos. Nesse sentido, é possível prevenir falhas na logística, garantir a eficiência, melhorar as negociações, formar preços, entre outras funções.

O Viasoft Korp ERP é um software que ajuda indústrias há mais de 20 anos com a gestão logística interna e o gerenciamento de fluxos operacionais e administrativos. Conheça os módulos e possibilidades dessa solução tecnológica e solicite uma proposta.