Realizar o controle tributário é uma tarefa que demanda tempo e atenção. O ERP (Sistema Integrado de Gestão Empresarial) pode otimizar esse processo, levando mais agilidade aos trabalhos e maior exatidão em relação aos números.

Muitas empresas, principalmente, as indústrias e o setor de distribuição lidam diariamente com diversas notas fiscais de entrada, de saída, lançamento de valores, e aí como fica o controle tributário? Sem um sistema que possa unificar todas as informações, certamente, alguns problemas surgirão no momento de organizar e controlar a parte fiscal do seu negócio.

Mantenha o controle tributário em ordem

As empresas brasileiras precisam lidar com várias cargas tributárias. Por exemplo: Imposto de Renda, PIS, CSLL, ICMS. Enfim, os impostos a serem pagos dependem da forma de atuação do seu negócio.

Então, por meio do ERP, faça uma gestão fiscal otimizada referente ao recolhimento dos tributos. Garanta a conformidade do negócio com o Fisco e que o recolhimento está sendo realizado de maneira correta.

Benefícios do ERP no controle tributário

Reduza falhas e retrabalhos

O sistema ERP automatiza os processos tributários. Dessa forma, não há necessidade de alguns processos manuais. Com isso, sua empresa pode confiar mais na organização e no controle dos valores, já que as possibilidades de erros, como dados incorretos ou trocados, são minimizados. Além disso, evita-se alguns retrabalhos, por exemplo, revisar várias vezes as planilhas para certificar-se de que não haverá erro nos fechamentos.

Diminua os atrasos e evite multas

Por meio da plataforma, é possível controlar todos os prazos relacionados aos tributos, pois ficam registrados. Assim, a empresa diminui as chances de erros e também inibe problemas com os órgãos de arrecadação.

Visão ampla

Amplie seu controle tributário com o ERP, que permite uma visão geral e específica dos tributos. Portanto, veja com facilidade os impostos pagos, o período de tempo em que o negócio tem mais gastos, entre outras atividades do setor fiscal. Ao ter essa ampla visualização dos processos, fica mais simples tomar decisões e fazer análises em relação ao regime tributário e tudo o que o envolve.

Adapte-se rapidamente às mudanças referentes às obrigações

Você já deve ter percebido que as obrigações fiscais mudam com frequência, né? Sendo assim, tenha o ERP para uma adaptação rápida. Inclusive, dependendo da mudança, se você contar com um bom fornecedor de sistema, a atualização das novas diretrizes vindas do setor público, já serão aplicadas no ERP para que não ocorram erros futuros. Legal, né?

Monitore a emissão de notas fiscais

Uma das responsabilidades do controle tributário está ligado a emissão de NF. Mediante o ERP, essa ação pode ser monitorada pelo setor fiscal da empresa. Portanto, erros são minimizados, evitando, por exemplo, a perda de dinheiro.

Inovação e evolução ao seu alcance

Você já conhece o sistema Viasoft Korp ERP? Essa solução direcionada ao segmento de manufatura, atende às necessidades das indústrias de produção. Desenvolvida por programadores junto a engenheiros de produção, proporciona recursos sofisticados de análises e simulações em tempo real. Assim, as empresas rompem limites e melhoram seus resultados diariamente.

Saiba mais sobre o Viasoft Korp ERP!

Ficou com dúvidas ou tem sugestões? Então, envie-nos uma mensagem nos comentários. 🙂