15 indicadores industriais para avaliar o desempenho do negócio

PUBLICADO POR:

Viasoft Korp ERPViasoft Korp ERP

PUBLICADO EM:

27 de janeiro de 2021

Os indicadores industriais ajudam na análise de métricas de desempenho do seu negócio. Desse modo, é possível avaliar departamentos, equipes, a linha produtiva ou outras métricas, por um determinado período de tempo.

Esses indicadores permitem medir a indústria em certos parâmetros e verificar se o planejamento está conforme o plano inicial. Além disso, também têm o papel de alertar as equipes sobre a gestão, caso tenha algo incorreto, ou ainda, se os resultados estiverem muito inferiores àqueles planejados.

Por isso, analisar indicadores é uma tarefa essencial para empresas que desejam se manter competitivas no mercado. 

Nesse sentido, listamos 15 indicadores industriais importantes neste setor de mercado, a fim de ajudar sua equipe com as avaliações de performance da fábrica. Que tal conhecer cada um deles?

O que são indicadores industriais?

Os indicadores industriais são formados por dados que você pode coletar dentro da fábrica, para entender o desempenho das atividades de produção. Também auxiliam na avaliação da rentabilidade dos produtos e futuros caminhos para a indústria.

Com o avanço das tecnologias da indústria 4.0, a análise de dados está se tornando cada vez mais comum na rotina das empresas. Portanto, quem investe em decisões baseadas em dados está cada vez mais perto de atingir metas e cumprir com o planejamento estratégico.

Para isso, é importante contar com os KPIs, ou seja, os indicadores-chave de desempenho. A partir do objetivo da equipe, você pode escolher o KPI que mais se adequa à avaliação dos resultados.

Sendo assim vamos apresentar 15 indicadores importantes para a indústria, para você tomar decisões cada vez melhores na sua empresa.

15 principais indicadores industriais

1 – OEE

Com o objetivo de aumentar a capacidade de produção dos equipamentos industriais com o menor custo possível, é necessário contar com bons indicadores. Então, por meio do indicador OEE (Overall Equipment Effectiveness),identifique se o processo produtivo está no caminho certo. Ou seja, examine a eficiência da operação produtiva.

Além disso, é a principal métrica de avaliação de efetividade de produção usada no mundo. Por isso, todas as indústrias precisam configurar o OEE para realizar análises e extrair o máximo de suas fábricas.

O OEE apresenta três pilares principais que ajudam a avaliar a produção da fábrica: Disponibilidade, Desempenho e Qualidade. Entenda melhor o assunto, em nosso artigo: Gestão da produção: como o indicador OEE ajuda as indústrias?

2 – Lucro líquido

É um dos indicadores industriais mais básicos e necessários dentro de qualquer indústria. Mas como calcular o valor do lucro líquido?

Some o faturamento total do período e tenha também o valor dos custos dentro desse mesmo momento. Então, calcule:

  • Lucro líquido = Receitas Totais – Custos Totais

3 – Margem de lucro líquida

Saiba quanto a fábrica pretende lucrar em determinado tempo em relação ao valor investido.

Então, estipule um número aceitável dentro do mercado, a fim de evitar erros com margens de lucro exageradamente altas. Depois, avalie o lucro líquido do período.

É fácil calcular a margem líquida. Para isso, você precisa dividir o lucro líquido pela receita líquida, relativos a um mesmo período.

  • Margem de lucro líquida = lucro líquido / receita líquida.

4 – Margem de lucro bruta

Essencial para entender a rentabilidade da empresa durante o intervalo escolhido.
A fim de obter a margem de lucro bruta, verifique o que a companhia recebeu pelas vendas e abata do valor gasto para produzir os materiais.

5 – NPS

O Net Promoter Score ou NPS ajuda seu empreendimento a avaliar a satisfação dos clientes. Assim, é possível verificar a quantidade de promotores e detratores da empresa.

Com o intuito de identificar o NPS da instituição, solicite aos consumidores que respondam em uma escala de 0 a 10: “Quanto você recomendaria a marca, produto ou serviço a um amigo?”.

Escrevemos um artigo completo sobre este tema, confira: Como você mede a satisfação dos seus clientes? Conheça o Net Promoter Score (NPS).

6 – ROI

O indicador ROI (Return on investment ou Retorno sobre o investimento) permite que seu time entenda o resultado obtido versus o investimento realizado. Certamente, é fundamental para analisar se o trabalho feito está progredindo, conforme o esperado.

Há uma fórmula simples para calcular o ROI. Dessa forma, basta subtrair os custos da receita gerada e dividir o valor pelos custos.

  • ROI = (receita gerada – custos) / custos

7 – EBITDA

EBITDA (Earning Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization ou Lucros Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização) trata-se da capacidade da indústria em gerar caixa com suas operações. Isto é, desconsiderando os ganhos com investimentos ou aquelas despesas com juros e impostos. Sendo assim, indica o lucro obtido, mas antes do cálculo da incidência de impostos, juros e depreciações que a companhia venha a estar sujeita.

8 – OTD

É importantíssimo entender o On-Time Delivery (Percentual de Entregas Realizadas no Prazo),já que o indicador da logística mostra a quantidade de pedidos que foram entregues no prazo combinado.

  • OTD = Total de Entregas no Prazo ÷ Total Entregas * 100

9 – CLV

 

Com o indicador Customer Lifetime Value (CLV),a empresa consegue verificar o valor que um cliente pode gerar em toda sua “vida” com a instituição.

Por exemplo: caso o cliente adquira um produto por mês no valor de R$50 e, em média, a fidelidade com a sua empresa dure 12 meses, esse consumidor tem o CLV de R$600.

10 – Market Share

Um dos indicadores industriais que permitem visualizar a fatia de mercado que o negócio possui dentro de um determinado período de tempo é o Market Share. Pode ser medido considerando as vendas totais daquele segmento. Veja o cálculo, a seguir:

  • Market Share = Receita de Vendas da empresa em um período ÷ Receita das Vendas totais do mercado no mesmo período

11 – Lead time

É o tempo utilizado para gerar todo o ciclo de produção, isto é, desde o pedido do consumidor até a entrega do produto. Sendo assim, este KPI da produção serve, em especial, para disponibilizar prazos de entrega mais precisos.

Veja outras vantagens do indicador: 

  • Clientes satisfeitos;
  • Controle da produtividade;
  •  Fácil identificação de gargalos nos processos, entre outras.

Saiba mais sobre o indicador no nosso artigo: Lead time: veja como calcular e otimizar

12 – CPL

O Custo por Lead (CPL) tem o papel de medir o valor gasto para adquirir um lead pelo marketing. Dessa forma, o cálculo é o seguinte:

 

  • CPL = Gastos na conquista dos leads ÷ Leads gerados

 

13 – Giro de estoque

Essa métrica ajuda na verificação de entradas e saídas de produtos do estoque. Ou seja, avalia-se quanto tempo uma mercadoria fica parada. 

Sendo assim, para calcular o giro de estoque, você precisa dividir a quantidade de vendas pela quantidade média de estoque. 

Veja este assunto com detalhes, em nosso artigo: Como calcular o giro de estoque nas indústrias?

14 – Ticket médio

Mede quanto um consumidor gasta, em média, com a sua instituição. Portanto, divida o faturamento bruto pela quantidade atual de clientes, a fim de obter o ticket médio. Aliás, esse é um dos indicadores industriais que não podem ficar de fora da sua lista.

15 – Taxa de inadimplência

O KPI ajuda a medir quanto capital a indústria tem para receber que está atrasado ou não foi pago. Com certeza, é um indicador industrial que não pode ficar de fora, pois a instituição precisa entender se o caixa está saudável ou comprometido e, em seguida, tomar decisões a fim de melhorar ou resolver as ocorrências e processos.

Desse modo, para fazer o cálculo, é necessário somar os pagamentos que estão em atraso entre 90 a 180 dias. Depois, é necessário dividir o valor pelo total de pagamentos cobrados nesse período.

  • Taxa de inadimplência = T90 / TT

Como obter relatórios completos de indicadores industriais?

Há muitos indicadores industriais que precisam ser avaliados periodicamente. Portanto, contar com um software de ponta que auxilie no acompanhamento dos KPIs de modo automatizado é uma necessidade. O Viasoft Korp ERP pode facilitar seu dia a dia com a Gestão Industrial.

O ERP permite que o seu negócio tenha relatórios confiáveis ligados diretamente com os setores da empresa, em tempo real. Assim, possibilitando um suporte a mais para as tomadas de decisão.

Se você já entendeu a importância de avaliar indicadores industriais no seu negócio, precisa também conhecer as soluções que te ajudam a elaborar os melhores relatórios. 

Conheça os módulos do Viasoft Korp ERP!

Cadastre-se em nossa newsletter

Please wait...

Obrigado por se inscrever!

COMPARTILHE

Publicado por:
A Viasoft Korp nasceu na indústria em 1999 e se tornou o maior especialista em sistemas de gestão para o segmento industrial e de distribuição. Além do ERP, desenvolve diversas outras soluções com foco em lucro e produtividade.

ARTIGOS RELACIONADOS

Gestão logística: guia completo

04 de dezembro de 2023

Continuar lendo

Capacidade ociosa: entenda a importância para a gestão

30 de outubro de 2023

Continuar lendo